Páginas

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

CONVITE ESPECIAL


AGORA É VOCÊ E DEUS
Como pode a oração produzir resultados extraordinários, se é ela, em si mesma, de tão pouco valor?

As mentes superficiais consideram que a oração pode parecer inteiramente sem necessidade. Outro grupo de pessoas insiste, que se tivermos fé seremos capazes de mover montanhas. Tudo, pois, depende da fé. Nossas orações produzem resultados quanto temos suficiente fé. Se, porém, tivermos fé insuficiente, nossas orações perdem a eficiência. Sim, algumas pessoas consideram que tudo parece assim tão simples.

Pessoas cuja experiência no feliz reino da oração é mais ampla não aceitarão tais afirmações. Sabemos que, grandes e maravilhosas respostas às orações são obtidas, às vezes, após haver alguém orado com grande fé.

Mas, as coisas não acontecem sempre desta maneira. Pelo contrário, muitos são aqueles que tiveram respostas importantes à oração, mesmo quando não tinham nenhuma certeza que seriam ouvidos por Deus, antes de orar, enquanto oravam, ou após orarem.

Tiveram a experiência de receber as mais ousadas e inconfundíveis respostas à oração em ocasiões quando não tiveram fé nenhuma. Coisas que não aparecem nos jornais, na TV e na internet, mas são fatos admiráveis que acontecem em silêncio no círculo familiar dos humildes amigos do Senhor!

Pessoas que tiveram experiências dessa natureza em oração se encontram, às vezes, atordoadas e perguntam: “Como pode a oração produzir resultados tão maravilhosos, se é tão insignificante em si mesma?”

A solução do problema reside na própria natureza da oração. Orar é simplesmente dar acesso a Jesus no coração, deixá-Lo entrar, como todo o Seu Poder, em contato com as nossas necessidades. Tendo isto em mente, é evidente que a eficiência da oração não depende do grau de certeza de quem ora. Nem de seu fervor, nem de coisa nenhuma, senão disto apenas: abrir o coração a Jesus.

Isto não é questão de poder, mas de querer. Estou querendo que Jesus se ponha em contato com a minha necessidade? Isto, por sua vez, depende de quão insuficiente, sem recursos me sinto. A oração é um instrumento misterioso e, em última análise, só o podem utilizar com pleno efeito e perfeito êxito aqueles que reconhecem a própria insuficiência.

Vamos usar uma ilustração caseira, podemos comparar a oração a uma instalação elétrica de uma casa. A energia que é gerada na usina está pronta para ser utilizada, mas é necessário fazer a ligação. Para isso precisa do interruptor. Tudo que se faz necessário é um ligeiro toque e a corrente passa pela casa toda. E sabemos, que não é preciso muita força para mover o interruptor.

Quando o homem caiu em pecado não somente o espírito se desligou de Deus, como toda a instalação foi destruída. Para recuperá-la, teve Jesus de sofrer e morrer. Agora, a instalação está novamente em ordem. Podemos todos restabelecer contato com as forças do mundo celestial e delas nos utilizar.

A oração é este pequenino e misterioso instrumento pelo qual se estabelece o contato, desta maneira os poderes da salvação e da cura chegam até a nossa alma e corpo, e, através de nós, à alma e corpo de outras pessoas, tanto quanto permitirem o nosso cuidado.

Eis aí o grande privilégio que temos ao nosso alcance, não dá para não usar meu amigo!

Experimente ao menos, se não funcionar com você, deixe de lado e continue a viver da mesma maneira.

Mas nós que por amor e misericórdia, fazemos parte da Família do Senhor, tendo Deus como Pai, Jesus como Nosso Irmão e o Espírito Santo como Nosso Ajudador, esperamos que você viesse fazer parte também.

Lembre-se orar é como respirar.

Peça a Deus tudo o que for necessário para a sua vida.
Como uma verdadeira mãe dedica a vida ao cuidado dos filhos, assim em Sua infinita misericórdia, o eterno Deus Se consagra, eternamente, ao cuidado de nós, Seus filhos, tão frágeis e sujeito ao erro. Dessa maneira age Deus para com todos nós. Creia nisso, meu amigo.
Também para com você, meu leitor que ainda não é um convertido. É bem possível que pense que Deus não o ama. Às vezes pensa que Deus não lhe dá a mínima atenção. Em outras ocasiões, ainda, se sentirá como se Deus o estivesse a perseguir em vingança e retaliação, acabando com todos os seus planos e destruindo a sua felicidade.

Escute e direi a você quem é Deus.

“Porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal”.

Jesus Cristo consagrou Sua inspiração final e Seus últimos instantes à oração em favor de Seus inimigos. “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que estão fazendo”. Quando retornava Jesus pela última vez a Jerusalém, não restando mais meios pelos quais poderia livrar a rebelde cidade, deteve-se no Monte das Oliveiras e chorou pela cidade. Seu olho profético já avistava a imensa tragédia que desabaria sobre ela e de que não haveria de escapar.

Tal é Deus. Ama os inimigos.

Quando Ele vê a infelicidade das pessoas, suas alegrias vãs e suas tristezas reais, seus desapontamentos, seus sofrimentos, suas ansiedades, e tudo mais que fazem parte da vida real, Ele fica esperando por você. Se apenas olhar para Ele, secretamente em seu coração, Ele escuta o seu clamor e Se inclina para você a fim de ajudar.
 
O indivíduo não convertido aceita esse auxílio quando diz respeito a esta vida. Mas, assim que Deus lhe oferece ajuda em questões espirituais, a pessoa se afasta e, às vezes, foge de Deus. Recusa converter-se.



E com você, o que acontece?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

São Lourenço, Minas Gerais, Brazil
EVANGELISTA QUE MORA EM SÃO LOURENÇO E TENHO A META DE DIVULGAR A LEITURA DA BIBLIA.